Le Musée Matisse #Nice, France

Le Musée Matisse
Cidade:  Nice, France
Local: 164, avenue des Arènes de Cimiez | Colina Cimiez
Tema: Bellas Artes | Henri Matisse
Link: https://www.musee-matisse-nice.org/
News: Henri Matisse – The King of Colour – BBC
Google Maps: https://goo.gl/maps/MuseuMatisse
Price: 10

⭐ Importância Histórica e Conteúdo ⭐ Arquitetura e Ambiente Interno ⭐ Sala de Exibição e Iluminação ⭐ Qualidade da Coleção dos Itens ⭐ Exibição e Exposição ⭐ Descrição e Display (Francês + Inglês) ⭐ Recepção e Áreas Públicas

Estando em Nice – sul da França – procurei alguns lugares interessantes para visitar. Encontrei na colina de Cimiez um amplo sítio para explorar a história e a arte da região. Fiquei surpreso com o encanto do Jardim de Oliverias Arènes de Cimiez e nos arredores contendo espaços verdadeiramente interessantes, tais como assuntos arqueológicos, onde se encontram ruínas de uma arena romana e o Museu de Arqueologia de Cimiez, temas religiosos, como O Monastério e o Cemitério, além é claro, da arte e cultura preservadas no Musseu Matisse.

Para chegar ao local subi a pé a colina saindo próximo a região do porto em Vieille Ville Nice, não sei se recomendaria aos mais sensíveis – eu gosto de andar e reter minha atenção pelo caminho – mas é um exercício relativamente cansativo, que leva em torno de 40 minutos de subida – recomento, aos mais “tranquilos” o uso do ônibus das Linhas 15 ou 17, partindo da praça Garibaldi.

Para este post em #MuseumsOnTheRoad reservei o assunto do Museu Matisse. Espaço é moderno e com uma coleção bastante eclética, não se dedica somente ao artista Francês Henri Matisse. Boa parte da coleção vem diretamente do próprio Henri Matisse.

Jardim de Oliveiras




Henri-Émile-Benoît Matisse (Le Cateau-Cambrésis, 31 de dezembro de 1869 — Nice, 3 de novembro de 1954) foi um artista francês, conhecido por seu uso da cor e sua arte de desenhar, fluida e original. Foi um desenhista, gravurista e escultor, mas é principalmente conhecido como um pintor. Matisse é considerado, juntamente com Picasso e Marcel Duchamp, como um dos três artistas seminais do século XX, responsável por uma evolução significativa na pintura e na escultura. Embora fosse inicialmente rotulado de fauvista (uso de cores puras, sem misturar com outras), na década de 1920 ele foi cada vez mais aclamado como um defensor da tradição clássica na pintura francesa. Seu domínio da linguagem expressiva da cor e do desenho, exibido em um conjunto de obras ao longo de mais de meio século, valeram-lhe o reconhecimento como uma figura de liderança na arte moderna. *wiki.

Conheço muito pouco de história da arte e muito menos da arte pura em sua expressão. Como todos os simples admiradores da arte – tentativa de captar o poder da atividade técnica e emotiva – procuro sensibilizar meu olhar crítico e me fazer entender, bem como sentir a psicologia dos sentimentos e idéias. Apesar de ter visitado várias galerias e museus de arte, ao longo de minhas viagens, principalmente as renascentistas, das quais tenho mais admiração, a arte moderna em suas “mutações” ainda me joga contra a parede. Matisse pelo que pesquisei foi um gênio das cores e curvas – revolucionou princípios e idéias de composição – se tornando um grande mestre da arte universal.

O museu reservou nesse período [nov.2017] uma exposição sobre uma viagem de Matisse a Argélia – The Biskra Oasis – visto através dos olhos de Henri Matisse. Hoje, não há muito o que escrever sobre Biskra, a cidade poeirenta no extremo norte do deserto do Saara, a cerca de 400 km de Argel. Mas se você olhar para trás, revela uma história notável. Já um oásis bem estabelecido nos dias romanos em 200 DC, ao longo do tempo foi o lar de árabes e beduínos, até que em 1844 se tornou uma guarnição francesa. Os franceses construíram uma extensão moderna e plantaram centenas de milhares de palmeiras e árvores frutíferas, que, por sua vez, deram à cidade o apelido de “Nice of the Argel”. Não é de admirar, portanto, que no final do século XIX, tenha se tornado uma atração turística, explorando os clichês do Orientalismo para atrair numerosos estrangeiros para um local exótico acessível por trem.

O oásis também se tornou popular entre artistas e escritores das vanguardas dos séculos XIX e XX. Entre eles estava Henri Matisse, que na primavera de 1906 passou duas semanas na Argélia e no oásis de Biskra. Uma pequena mas interessante exposição no Museu brilha a luz na cidade deserta da Argélia que influenciou alguns dos artistas mais célebres da Europa.

A atual exposição temporária no Musée Matisse, “Biskra – Rêver d’une Oasis”, investiga a cultura visual da cidade chamada “Rainha dos Oásis” pelos árabes. O primeiro contato de Matisse com “o Oriente” o afetaria profundamente e por muito tempo. Memórias de Biskra surgiram em suas odaliscas pintadas em Nice durante a década de 1920.






Além das salas de exposições dos quadros e esculturas, o museu tem um espaço onde retrata a vida e a obra de Matisse. Tirei algumas fotos para que vocês aventureiros do #MuseumsOnTheRoad pudessem ter uma idéias da genialidade desse grande artista Francês e Mundial.





Fiquei impressionado com a sutileza das suas composições e ao mesmo tempo com a energia de seu pensamento na intensão de alterar o sentido das coisas de uma forma espontaneamente simples. Foi uma experiência incrível e extremamente agradável, passaria horas somente em uma sala a tentar assimilar o sentido do seus processos de criação e obras. É surreal … venha com folga.













Se o visitante quiser completar o passeio com uma visita “espiritual”, poderá ir bem ao lado do Parque, onde está o Cemitério do Monastério, do qual está sepultado o artista Henri Matisse.


Recomendo ir pela manhã até Colina Cimiez onde poderá  relaxar um pouco apreciando a natureza dos jardins do parque e do monastério, curtir o museu Matisse, o museu Arqueológico e conhecer também o Monastério de Cimiez. Ao final do passeio, sem dúvida, a Vieille Ville Nice é parada obrigatória para um relax acompanhado por um bom vinho. jusqu’à la prochaine visite de Nice … valew valew !!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.