Plaza de Toros de Las Ventas #Madrid, Espanha

Plaza de Toros de Las Ventas
Cidade: Madrid, Espanha
Local: Calle de Alcalá, 237 – Região de Las Ventas
Metro: Ventas – linhas 2 vermelha ou 5 verde
Tema: Arena de Touradas e Museu
Site: https://www.las-ventas.com
Tour: https://lasventastour.com
Google Maps: https://goo.gl/maps/las_ventas
Preço Normal: 15 €

⭐ Importância Histórica e Conteúdo ⭐ Arquitetura e Ambiente Interno ⭐ Sala de Exibição e Iluminação ⭐ Qualidade da Coleção dos Itens ⭐ Exibição e Exposição ⭐ Descrição e Display (Catalão + Espanhol + Francês + Alemão + Inglês) ⭐ Fotografias e/ou Ilustração Explicativas ⭐ Recepção e Áreas Públicas ⭐ Localização, Preço e Acesso

A Plaza de Toros de Las Ventas é um dos cartões postais de Madrid, é maior praça de touradas da Europa. Um local histórico e verdadeiramente interessante para passar algumas horas e mergulhar na cultura castelhana. A Plaza de Toros de Las Ventas é uma arena de espetáculos, um cenário onde a vida e morte são encenadas.






A Plaza de Toros de Las Ventas é uma praça ativa, viva, ainda em funcionamento, mesmo com os apelos de grupos ambientalistas a favor dos animais, ao contrário da A Plaza Monumental de Barcelona que encerrou suas touradas em 25/11/2011, confira no blog.

A Plaza Foi projetada pelo arquitecto José Espeliú em estilo neo-árabe, tem capacidade para 23.798 espectadores e a arena tem 60 metros de diâmetro. Desde 1994, a praça de touros Las Ventas é um edifício considerado como “uma propriedade de interesse cultural com a categoria de monumento histórico-artístico”. A temporada começa em março e prolonga-se até outubro. https://lasventastour.com/es/la-plaza/arquitectura/










Na Plaza de Toros de Las Ventas há a Escola de Touradas José Cubero “Yiyo”, um centro de treinamento, formação e preparação dos novos toureiros, fazendo com que essa modalidade esportiva e cultura, a cada geração, mantenha vivo o espírito das touradas. As funções da Escola de Touradas José Cubero “Yiyo” da Comunidade de Madrid incluem a colaboração na melhoria e promoção das tourada fornecendo aos alunos os ensinamentos culturais e profissionais da cultura madrilenha. #MuseumsOnTheRoad esteve na arena acompanhando alguns dos futuros toureiros em treinamento.









A lide de touros a pé foi sempre muito associada a Espanha, sendo uma das imagens características deste país, especialmente no sul. Não se tem a certeza da origem do toureio “apeado”, modalidade toureiro vs touro, mas crê-se que nasceu por volta de 1669, quando dom Filipe V de Espanha foi coroado rei. De sensibilidade diferente de seu pai, logo mostrou o seu desagrado perante as Corridas de Touros. A fidalguia, com necessidade de agradar ao novo Rei, afastou-se das arenas, mas o povo manteve a sua paixão e continuou a lidar touros, porém, não tendo dinheiro para sustentar cavalos, passou a toureá-los a pé. Hoje em dia, a lide de touros é bastante diferente e bastante mais “evoluída”. A lide de touros a pé está dividida em três “Tercios”:

No primeiro, o “Tercio de Varas”, o toureiro utiliza uma capa larga e pesada, geralmente cor-de-rosa e amarela, denominada “Capote”. Com o Capote, o toureiro pode avaliar a “bravura” do toiro com alguma segurança. De seguida incentiva-se o toiro a investir contra o “Picador”, personagem montado em cima de um cavalo tapado por uma forte proteção, que utiliza uma vara comprida (“puya”, em espanhol), cravando-a no dorso do animal. Com o picador, “corrige-se” a investida do toiro, tira-se-lhe um pouco de força (por segurança) e o toureiro consegue avaliar novamente a bravura do animal que tem pela frente.

No segundo, o “Tercio de Bandarilhas”, um “Bandarilheiro” crava, a pé, dois ou três pares de bandarilhas no dorso do toiro, com o objectivo de o “acordar” (o toiro começa a cansar-se).

No terceiro, o “Tercio de Muerte”, é que se vê a conhecida arte de tourear. Um toureiro, apenas munido de uma leve capa encarnada (a “Muleta”) e de um “estoque”, toureia o enorme e perigoso animal que tem pela frente, com o objectivo de criar uma lide bela e artística. Quando o toiro estiver completamente dominado, sem qualquer resto de altivez, então chega a altura de o matar. Este é, provavelmente, o momento em que se vê claramente todo o objectivo e a razão de ser das Corridas de Touros. Este é, também, o momento mais perigoso de toda a lide, pois o toureiro chega-se muito próximo dos cornos do toiro e arrisca-se seriamente a levar uma cornada. Com o “estoque” (uma espécie de espada encurvada), este crava-o no animal, tentando acertar diretamente no coração (quanto menos tempo o toiro estive a sofrer com o “estoque” e mais rápido morrer, melhor é considerada a “estocada”). *wiki – Tauromaquia.

O visitante poderá sentir e viver um pouco da experiência de como encarar um touro em plena arena, através do Toreo Virtual. Confira o vídeo da performance de EL Caio Luiz em nosso instagram @carlos.andre.ontheroad, não deixe de curtir e comentar. Informações sobre o Toreo Virtual : https://lasventastour.com/es/la-plaza/toreo-virtual/

Em seguida #MuseumsOnTheRoad se dirigiu ao Museu Taurino, mas por questões de ordem e regras não nos foi permitido fotografias no interior. Algumas fotos internas podem ser vistas no site do museu : https://lasventastour.com/es/la-plaza/el-museo-taurino/



Nesse passeio por Madrid, em junho de 2019, não pude estar presente, a visita foi feita pela minha família, esposa e filhos. Desse momento, puderam externar um pouco da experiência de conhecer a Plaza de Toros de Las Ventas …

“Gostei muito de Madri, e a visita a Plaza de Toros de Las Ventas foi um dos pontos altos dos nossos passeios… arquitetura belíssima, história e cultura por todos os lados, e ainda tivemos a oportunidade de assistir um pouco do treinamento dos novos toureiros da escola de Touradas José Cubero.” . Milene Patrial
.
“A Plaza de Toros de Las Ventas é uma atração interessante para conhecer o esporte mais famoso da Espanha. As touradas em Madrid acontecem até hoje e durante o passeio podemos ver a arena dos touros, a catedral que os toureiros oram antes de entrar na arena, e um museu que conta a história de Las Ventas e de seus toureiros mais famosos. É uma atração imperdível para quem visita Madrid. ”  Camila Patrial
.
“Quando eu visitei a plaza de toros em Madrid, foi um dos lugares que mais gostei na Espanha, essa foi a segunda praça de toros, que visitei, e a experiencia, foi ainda melhor, tive a oportunidade de testar minhas “habilidades” de toureiro em VR, e pude ver como um toureiro se sentia quando estava na arena.

A plaza de toros em Madrid, também tem um museu, falando sobre a historia da arena, dos toureiros e como que funcionava cada evento, eu gostei bastante de saber da historia da arena, foi um dos pontos, mais interessantes de Madrid, na minha opinião.” . Caio Luiz


Um muito obrigado a Madrid e aos meus queridos … valew valew e Olé !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.