Museu Templário & Catedral Primada #Toledo, Espanha

Museu Templário & Santa Iglesia Catedral Primada
Cidade: Toledo, Espanha
Local: Calle San Clemente, 5,
Trem: 30 min de Madrid-Puerta De Atocha
Tema: História, Religião e Sociedade Secreta
Site: https://museo-de-los-templarios
Site: http://www.catedralprimada.es/
Google Maps: https://goo.gl/maps/MuseuTemplarios
Preço Normal: Catedral 12,50 € (visita completa)

⭐ Importância Histórica e Conteúdo ⭐ Arquitetura e Ambiente Interno ⭐ Sala de Exibição e Iluminação ⭐ Descrição e Display (Espanhol) ⭐ Fotografias e/ou Ilustração Explicativas ⭐ Recepção e Áreas Públicas ⭐ Localização, Preço e Acesso

Sobre Toledo e esse post… será um relato baseado em narrativas de terceiros, minha família – mulher e casal de filhos. #MuseumsOnTheRoad esteve na Espanha, junho de 2019, em visita a uma das mais incríveis cidades históricas do país. Toledo é Patrimônio Mundial da UNESCO e está a pouco menos de 1h por trem de Madrid, excelente bate-volta. Quando visitaram a capital pedi ao menos que tirassem um dia para conhecer Toledo. Não sei, de fato, se a cidade se enquadra nos “contos de fadas” das histórias medievais, mas é certo, segundo eles, que sim … até porque, visitaram Toledo na época das festividades do Corpus Christi, a cidade se vestiu religiosamente.

Ao vagarem pelas estreitíssimas ruas da cidadela medieval rumo a Santa Iglesia Catedral Primada perceberam o quanto do tempo é passado, e mais, ainda, o quanto do tempo está presente. São fragmentos “perambulando” entre pedras que registram em cada uma das arestas conectadas aos vértices dos becos, como as lendas vivazes que atraem e encantam os visitantes. Toledo dos Visigodos, dos Califados, dos Castelhanos.




A Santa Iglesia Catedral Primada ou simplesmente Catedral de Toledo é um marco histórico indivisível da cultura espanhola. É um centro religioso, atualmente Católico, já foi parte do Califado de Córdoba, como mesquita, e que transformou-se, ao longo dos processos místicos religiosos em significados profundos, com a calma do tempo. É uma das três catedrais góticas espanholas do século XIII, sede da Arquidiocese de Toledo, sendo considerada a obra magna desse estilo no país. Foi construída de 1226 a 1493, consagrada à Virgem Maria em sua Assunção ao céu.











A construção é em estilo gótico, com clara influência francesa. Tem 120m de comprimento por 60m de largura. É composto por 5 naves, apoiadas por 88 colunas e 72 abóbadas. A Catedral é a Igreja Mãe da diocese por estar nela a cadeira ou sede do Bispo, local de onde ele preside a Eucaristia e outras celebrações litúrgicas e exerce seu magistério.



Há um pequeno museu na Catedral que oferece vários itens da arte religiosa católica hispânica, como pinturas, afrescos e esculturas, documentos importantes como Bíblias originais, relíquias, etc …






Virgem Maria e Menino Jesus

Na sequência do passeio os meus queridos aventureiros do tempo, se dirigiram ao Museu Templário. Certamente que a história reserva um capítulo a parte para os templários, pois existe um grande fascínio “das sombras” pelas lendas e mistérios que essa ordem aos longo de aprox. 200 anos construiu.

A Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão foi uma ordem Católica, iniciada no ano de 1118 d.c, por Hugo de Payens, um fidalgo Francês, e mais oito cavaleiros, logo após a primeira cruzada. A história dos Templários inicia-se com o objetivo de defender os peregrinos cristãos rumo a Jerusalém, toda a narrativa histórica se confunde com o período das cruzadas. A ordem era basicamente uma milícia religiosa, que aos poucos foi ganhando força e muito poder com esse serviço.

Para saber mais sobre a história dos Templários recomendo um livro da editora Saraiva – Os Templários: a História Dramática dos Cavaleiros Templários, a Mais Poderosa Ordem Militar dos Cruzados – de Piers Paul Read.




Selo dos Cavaleiros Templários – Dois Homens em um Cavalo – Símbolo da Abnegação.

Cavaleiros Teutônicos – Ordem Religiosa Co-irmã

O museu é relativamente pequeno (para ser um museu, propriamente dito) é dividido em duas alas/salões. a construção da temática é organizada sobre um conjunto de peças de armamento e painéis informativos em ordem cronológica, que revelam a história da Ordem do Templo e outras ordens co-irmãs, como a dos Cavaleiros Hospitalários e os Cavaleiros Teutônicos.

Sem dúvida que para os interessados no assunto haverá um fascínio natural, muito certamente por estar visitando Toledo, um reduto inapagável da ordem. Para uma boa coleta da informação o tempo estimado de leitura dos painéis informativos e então poder processar melhor os “pormenores” da história da ordem, pouco mais de 1h é suficiente.













A Ordem dos Cavaleiros Templários se encerra com um tenebroso julgamento, após a captura dos principais líderes, e entre esses, o ultimo Grão Mestre Jaques de Molay em 14 de setembro de 1307 e no dia 13 de outubro do mesmo ano (uma sexta-feira), todos os cavaleiros que estavam em território francês foram detidos, algumas pessoas acreditam que esse é o principal motivo para que a sexta-feira 13 seja sinônimo de azar.

Sob um processo manchado o Papa Clemente V, influenciado pelo Rei Francês Filipe IV, em 18 de março de 1312, Jacques de Molay e Geoffroy de Charney foram queimados vivos, em Paris diante da Catedral de Notre Dame, pondo fim a Ordem Religiosas mais poderosas da história medieval.


Toledo bela, livre e sempre — nas palavras de Cervantes  “A Glória da Espanha“. um valew valew, ao nosso post 99 !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.